Berenice!

Sou grato por lembrar exatamente da última vez que te vi bem e falante. Você me abraçou, emocionada por não me ver por longas três semanas. Foi nesse mesmo mês. Brincou que meu aniversário estava próximo e que eu estava ficando velho.

Seu primeiro neto estava prestes a fazer 27 anos de idade e você continuava preocupada com minha alimentação e como eu estava me virando. Foi no sofá lá de casa, você chegou a chorar e perguntei: Por que isso tudo Bere? E você disse que estava com saudade.

E agora, como fico eu que nunca mais vou ter esse abraço apertado, o colo e o seu carinho? Sem a pessoa que se emocionava com minhas pequenas conquistas. Que me arrancava um sorriso com sua presença. E que nem sempre entendia o que estava fazendo da minha vida mas mesmo assim apoiava, sem pestanejar.

Já estou com saudade. Não vou dizer morto de saudade pois você logo iria me recriminar com um “Que isso menino, não fala isso!!!” mas confesso estar devastado por sua ausência.

Parte de você fica comigo, meu irmão, mãe, pai e todos os outros netos e familiares. Queria seu abraço mais uma vez. Pequeno, meio torto, mal conseguia dar a volta com seus braços no meu corpo mas sempre forte e apaixonante.  Descansa vó. Você merece.

AVO_HOSPITAL0014

Anúncios